[ editar artigo]

“Meu projeto de vida - Ser um Youtuber"

“Meu projeto de vida - Ser um Youtuber

Incentivar e criar possibilidades para alunos com TEA (Transtorno do Espectro Autista) de uma escola pública do Atendimento Educacional Especializado (AEE), a fim de fortalecer a autoestima, as potencialidades e o sonho de ser um grande profissional. Foi assim, que surgiu a proposta do vídeo “Meu projeto de vida - Ser um youtuber - Tema: Gamificação”.  Trata-se de um trabalho desenvolvido especialmente para o Festival de Curta Metragem da Diretoria de Ensino Região de Mogi das Cruzes, edição 2019.

"Meu projeto de vida - Ser um Youtuber" é o projeto do aluno Matheus Henrique que tem Transtorno do Espectro Autista (TEA), 12 anos, e frequenta o 6º ano do ensino regular da escola estadual Maestro Antonio  Marmora Filho, de Mogi das Cruzes, (SP).

Matheus apresenta algumas dificuldades de aprendizagem, mas esses fatores não foram empecilhos para a realização desse projeto que captou seu perfil descontraído, dinâmico e integrado ao realizar uma entrevista com seus três amigos que também possuem TEA, os alunos: Danilo, Miguel e Vinícius.

Por meio de um bate papo informal, Matheus abordou com propriedade o tema gamificação – jogos de games - dispostos em um ambiente colorido e alegre, onde  outras pessoas apresentaram seus interesses, personagens  prediletos,  evidenciando os fatores históricos e curiosidades dos games. Além disso, ele conseguiu empregar conhecimentos sobre a língua inglesa que é muito empregada nas tecnologias digitais, assim como aprender de forma descontraída e divertida.

Na educação, o potencial da gamificação é imenso: ela funciona para despertar interesse, aumentar a participação, desenvolver criatividade e autonomia, promover diálogo e resolver situações-problema. (Geekie,2016)

Assim, enquanto professora especialista no Atendimento Educacional Especializado de alunos com TEA, junto com mais duas professoras de apoio educacional, buscamos atuar com uma nova proposta inclusiva no âmbito escolar.  Com o desafio de pesquisar e criar uma metodologia adaptada que possa, de fato, fazer com que esses alunos se tornem protagonistas e tenham um atendimento mais significativo com estímulos que possam fortalecer a autonomia e o respeito pelo direito de escolhas dentro de suas especificidades.

A proposta  “Projeto de Vida” será um componente curricular em 2020 e integrada a proposta pedagógica para todas as escolas do Estado de São Paulo. Temos como objetivo “estimular, orientar os estudantes a terem sonhos e transformá-los em realidade. (Inova Educação- Projeto de vida,2019)

 

 

 

Mundo Adaptado
Maria de Lourdes  Moraes Pezzuol
Maria de Lourdes Moraes Pezzuol Seguir

Professora da rede pública do estado de S.P, atua no Atendimento Educacional Especializado (AEE) para alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), é membro da Ong Grupo Fazer O Bem.

Ler matéria completa
Indicados para você