[ editar artigo]

Seu filho (a) precisa de VOCÊ!

Seu filho (a) precisa de VOCÊ!

 

Por mais que esteja cansado (a), esgotado (a), ajude seu (sua) filho (a) na tarefa da escola, no dia a dia, no desfralde, no desmame, durante uma crise, na alfabetização ou qualquer que seja a etapa que ele (ela) esteja passando. Ajude-o (a)!

Crie ambientes para brincadeiras, seja super-herói ou heroína, imite bichos e monstros, corra, pule, leia, sapateie, faça bagunça, pinte, estimule, elogie, se transforme, seja amigo (a), companheiro (a) ou personagem favorito; organize e peça ajuda dele (a), seja criativo (a), olhe nos olhos e repita muitas vezes o quanto o (a) ama e o quanto ele (a) é importante pra você.

O mais importante diante de qualquer adversidade é não perdermos a  capacidade de afeto, de dialogar e oferecer colo sempre que necessário.

Tardes durante a pandemia. 

O mundo enfrentou e continua enfrentando o maior desafio do século: o combate ao Coronavírus. Vivenciamos uma quarentena que parecia não ter fim e todos os dias tentamos, de alguma forma, cada um à sua maneira, fazer com que as crianças não sejam afetadas mais do que já foram até aqui, em especial as que possuem alguma deficiência ou necessidade especial.

Muitos tratamentos nestes tempos sombrios foram suspensos, consultas e cirurgias adiadas, ficamos sem apoio da escola, sem contato social com quem amamos, e tudo isso e mais um pouco contribuiu para o surgimento de uma nova preocupação: o impacto da pandemia no desenvolvimento do (s) nosso (s) filho (s).

Levaremos anos para nos recuperarmos emocionalmente deste período triste da história. Nossos filhos também passarão por este processo e precisamos ajudá-los sempre.  

Fomos obrigados a pausar, prestar mais atenção no que estava acontecendo, novas necessidades surgiram, passamos a valorizar o que antes não dávamos tanta importância e resgatamos nos pequenos gestos e vivências dentro de casa a essência do que importa.

Não sabemos do futuro nem temos certezas de nada. Tudo que havia sido planejado foi adiado. Zeramos planos e metas, demos lugar ao mantra 'um dia de cada vez', porque a única certeza que temos HOJE é a de estarmos vivos!

Apesar de cada família viver uma realidade diferente todos nós temos em comum a responsabilidade de auxiliar no desenvolvimento físico e emocional dos nossos filhos, independentemente da pandemia. Somos responsáveis por cuidar, educar, alimentar e amar hoje, amanhã e depois também.

É claro que eles sentiram a ausência dos amigos e o contato social, mas não espere a pandemia acabar ou a viagem em família chegar para valorizar os momentos que está vivendo AGORA! O passeio legal, o game mais recente, a viagem incrível ou o brinquedo que seu (sua) filho (a) viu na TV não substituem VOCÊ, seu carinho, seu colo e amor.

Não deixe para oferecer o seu melhor amanhã ou na próxima etapa do desenvolvimento de seu (sua) filho (a). 
Ele (a) precisa de você HOJE! 

 

Mundo Adaptado
Franciela Fernandes
Franciela Fernandes Seguir

Sou Jornalista, casada, mãe do Martim - um menino cheio de vontades, sorridente e dócil. Adoro conhecer e me emocionar com histórias de vida. Sei que temos muito a adaptar neste mundo nem sempre adaptável, mas podemos e devemos fazer a nossa parte.

Ler conteúdo completo
Indicados para você