[ editar artigo]

Santos (SP) inaugura primeira escola pública de surf para pessoas com deficiência

Santos (SP) inaugura primeira escola pública de surf para pessoas com deficiência

Quem assistiu ontem ao Fantástico, da TV Globo, se emocionou com a história do Rafael. Seria mais uma matéria se o ator principal não tivesse paralisia cerebral e fosse aluno da primeira escola pública de surf do Estado de São Paulo para pessoas com deficiência.

Parte da história do Rafael já havia sido mostrada em 2014 pelo mesmo programa. Na época, mostraram como o surf foi fundamental como terapia complementar para ajudá-lo a andar após duas cirurgias.

"Ele traz a realidade do milagre, de não poder e poder. O Rafa é um grande "dropador" porque surfar é isso: fazer do impossível, possível", explicou o professor do Rafael e criador da escola, Cisco Araña.

A escola foi inaugurada no começo de janeiro desse ano e conta com o apoio de terapeutas ocupacionais que trabalham o equilíbrio, a postura e a força muscular antes das crianças irem para a água. Até o momento 80 pessoas já fazem do projeto e até o final do ano eles esperam atender até 250 crianças e jovens.

Nós da Mundo Adaptado ficamos felizes de ver que o repórter e o editor deram destaque para a mãe de Rafael, a Fabiana, a grande cuidadora e incentivadora de Rafael. "O mar para ele é tudo. E ele é a minha escola. A luta é grande, mas a vitória foi maior", compartilhou a mãe.

Não deixe de ver essa história emocionante e cheia de esperança. Confira nesse link.

 

Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Mundo Adaptado Seguir

Plataforma de Produtos e Conteúdo colaborativo para auxiliar no dia a dia de familiares de pessoas com deficiências, proporcionando qualidade de vida e Acolhimento.

Ler matéria completa
Indicados para você