[ editar artigo]

Programa Pulsar capacita profissionais para desenvolver atuação inclusiva

Programa Pulsar capacita profissionais para desenvolver atuação inclusiva

As aulas da 4ª edição do Programa Pulsar já começaram. Trata-se de um curso teórico e prático cuja proposta é fornecer os elementos necessários para que profissionais possam desenvolver uma atuação inclusiva nas áreas da educação, esporte e saúde.

O programa foi idealizado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha do Rio de Janeiro (AHK Rio), em 2016, como legado educacional dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 e tem parceria do Instituto Superar, da Universidade Alemã de Esportes de Colônia (Deutsche Sporthochschule Köln) e do Museu de Arte do Rio (MAR), onde as aulas estão acontecendo.

Nesta edição, além de uma aula sobre acessibilidade em espaços culturais, a novidade é o recurso da tradução das aulas em libras, já que existem duas alunas surdas na turma.

Com duração de aproximadamente dois meses, o Pulsar tem o objetivo de discutir conceitos sobre educação inclusiva, acessibilidade, paradesporto, inclusão, diversidade, legislação para Pessoas com Deficiência (PCDs), saúde e bem-estar. Podem participar do programa profissionais das áreas de educação, educação física, educação do campo, psicologia, fisioterapia, pedagogia, nutrição e enfermagem.

Em dois anos, o Pulsar qualificou aproximadamente 100 profissionais, e com o intuito de expandir a experiência, o programa foi apresentado e aprovado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte.

Carina Alves, Diretora Executiva e Diretora Presidente do Instituo Superar, tem uma expectativa muito positiva em relação a este novo grupo. "É importantíssimo para a nossa sociedade ter informação do que é e o que pode vir a ser um corpo social mais inclusivo que respeita a diversidade humana. Ouço sempre relatos de alunos que encontraram no Pulsar uma complementação fundamental da graduação para lidarem com pessoas com deficiência e isso se deve às nossas oficinas práticas, que são um dos grandes destaques do programa".

O Pulsar promove o intercâmbio educacional Brasil-Alemanha e a parceria das cidades irmãs Rio de Janeiro e Colônia. 2018 foi um ano de planejamento e atualização do programa, o que resultou em uma nova proposta para o ano de 2019.

O programa só é possível devido à proposta colaborativa entre o Instituto Superar, com sua expertise na área da inclusão e na formação de professores no Brasil; a Câmara Brasil-Alemanha do Rio de Janeiro, idealizadora do projeto; a Deutsche Sporthochschule Köln, instituição de renome na área da inclusão e na formação de professores na Alemanha que irá chancelar o curso; a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, que ofereceu o espaço para execução da primeira turma; o Museu de Arte do Rio, onde acontecem as aulas; e os patrocinadores do projeto que são Equinor, Instituto Lojas Renner, Machado Meyer, Localiza e Thyssenkrupp.

Conheça mais projetos do Instituto Pulsar: https://superar.com/projetos/

 

 

 

 

Mundo Adaptado
Ler matéria completa
Indicados para você