[ editar artigo]

Novidade: equoterapia deverá ser oferecida por convênios a partir de novembro

Novidade: equoterapia deverá ser oferecida por convênios a partir de novembro

 

Você já deve ter ouvido falar em equoterapia. Trata-se daquela opção terapêutica que utiliza os cavalos para ajudar na reabilitação ou habilitação de pessoas com deficiência. A ideia é utilizar o animal para uma bordagem multidisciplinar nas áreas de saúde sempre com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento biopsicossocial do ser humano.

O andar dos equinos estimula a mente e o corpo por conta dos movimentos  tridimensionais e em três eixos: para cima e para baixo, para um lado e para o outro, para frente e para trás. Os estímulos ritmados desencadeiam reações no corpo do "cavaleiro" melhorando significativamente  diversas funções motoras e até na fala e na socialização.

Uma nova legislação publicada no dia 14 de maio no Diário Oficial da União determina que, a partir de novembro, as operadoras de planos de saúde serão obrigadas a oferecer a equoterapia para seus clientes com deficiência. A nova lei define ainda que os planos não poderão negar acesso a esse tipo de tratamento caso haja um pedido médico.

“A equoterapia é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina como método terapêutico. E agora está regulamentada por lei federal. Portanto, sempre que houver uma indicação médica, a cobertura pelo plano de saúde será obrigatória”, afirma a advogada Diana Serpe, especializada na defesa de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e outras deficiências.

“A lei efetivamente entrará em vigor em 10 de novembro, data a partir da qual os planos de saúde não poderão mais negar este tipo de tratamento. Até lá, há uma brecha de tempo, em que pode dificultar esse atendimento para estes fins”, explica a especialista.

Veja a matéria completa do blog Vencer Limites aqui: https://bit.ly/2w8fCYK

Veja sobre equoterapia e paradesporto aqui.

Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Mundo Adaptado Seguir

Plataforma de Produtos e Conteúdo colaborativo para auxiliar no dia a dia de familiares de pessoas com deficiências, proporcionando qualidade de vida e Acolhimento.

Ler matéria completa
Indicados para você