[ editar artigo]

Covid-19: SP instala centro de acolhida para pessoa com deficiência e sem moradia

Covid-19: SP instala centro de acolhida para pessoa com deficiência e sem moradia

A Prefeitura de São Paulo abriu um centro de acolhida emergencial para abrigar 68 pessoas com deficiência e 132 idosos sem moradia durante a pandemia do coronavírus. O espaço foi organizado em um ginásio poliesportivo, na região da Luz, e já funciona há uma semana.

Além de orientar sobre prevenção contra o coronavírus, funcionários distribuem kits de higiene e oferecem refeições. A outra boa notícia é que uma Paraoficina Móvel (van) está também nesse local com equipamentos, máquinas e peças de reposição para fazer reparos em cadeiras de rodas, próteses, muletas e bengalas.

O centro de acolhida atende também pessoas idosas e com mobilidade reduzida. Como este é um serviço bem específico, para ter acesso ao endereço é preciso ir até um Centro de Referência da Assistência Social (CRAs) para ser encaminhado ao local. Confira aqui a lista de unidades.

Prevenção

Se você conhece alguém com deficiência compartilhe esse vídeo do Ministério da Saúde. Ele explica em Língua de Sinais, além de áudio, quais cuidados de higiene a pessoa com deficiência precisa tomar, consigo e com seus equipamentos (cadeira de rodas, muleta...), para se proteger do covid-19.

Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Mundo Adaptado Seguir

Comunidade colaborativa de conteúdo e cursos online com o propósito de proporcionar qualidade de vida, acolhimento e apoio mútuo através da conexão entre pessoas com deficiência, familiares e especialistas.

Ler matéria completa
Indicados para você