Apraxia na Fonoaudiologia
[editar artigo]

Apraxia na Fonoaudiologia

Apraxia é um distúrbio de origem neurológica que consiste no envio incorreto de informações para o cérebro planejar e executar determinados movimentos.

Ela pode ser classificada como Global (quando acontece em várias partes do corpo), Oral (na boca e seus movimentos) e/ou da Fala (ou verbal, na qual a dificuldade é específica para a produção dos sons de fala).

Os fatores que causam Apraxia não são totalmente conhecidos e esse distúrbio pode acontecer (ou não) em paralelo com outros – por exemplo, Transtorno Sensorial ou Transtorno do Espectro Autista.

Você conhece alguém que apresenta o andar alterado ou não consegue movimentar a mão de forma adequada? Isso pode ser resultado da falha cerebral no envio das informações à perna ou à mão.

O mesmo acontece para a produção da fala. A modelagem de cada som é dada por diferenças milimétricas dos movimentos dos órgãos fonoarticulatórios.

Qualquer falha nas etapas de processamento, planejamento e execução causa uma alteração. Por isso, muitas vezes a criança fala uma coisa querendo dizer outra. É uma fala bem aquém do esperado, mas ela sabe exatamente o que queria dizer.

Sinais e sintomas

Até 12m: os bebês são muitos calados e/ou têm um repertório limitado de balbucios, apesar de interagirem bem com os adultos

12 - 18 meses: perda de palavras já faladas anteriormente;

24 meses: atraso no desenvolvimento de linguagem oral;

3 anos: podem ainda nem estar falando ou podem ter a fala bastante ininteligível

Apresentam também: dificuldade de imitação (ex: mostrar a língua, fazer careta), alterações na melodia da fala e acentuação das sílabas. Elas podem falar um determinado som em algumas palavras e omissão deste mesmo som na repetição de outras palavras mais difíceis ou em momentos de fala espontânea.

Mundo Adaptado
Raquel Luzardo
Raquel Luzardo Seguir

Fonoaudióloga - FONOterapia

Continue lendo
Indicados para você