[ editar artigo]

Acredite!

Acredite!

Antes de ser mãe eu não acreditava de verdade que alguém com um filho especial poderia ser realmente feliz. Olhava as pessoas com aquele sentimento de “coitado”, “que triste".

Sério… eu achava mesmo isso, e ainda mais. Como uma mãe com um filho com deficiência iria ser feliz?! Como?

Como seriam felizes tendo noites de preocupação com uma pessoa que não consegue nem se alimentar sozinha, respira com dificuldades, não fala, escuta e enxerga pouco. “O filho dela está numa cadeira de rodas”!

Como? Como ela consegue sorrir com o filho ali daquele jeito?

Hoje tendo meu Lipe com quase 3 aninhos penso: como não ser feliz?

A vida ensina. Ela nos mostra o sentido das coisas, o valor e não o preço!

Acredite, sou realmente FELIZ. Meu sorriso é o mais sincero quando estou com ele, o meu coração é o mais vibrante quando penso nele. O nosso amor é o mais puro que já consegui sentir.

Quando se tem um filho tudo muda. Muda de verdade! Eu não sou só uma mãe de uma criança especial, eu sou MÃE! Mãe de uma criança linda que sorri e se comunica de um jeitinho todo especial.

Sou mãe de um menino que, embora não saia correndo por aí, é um sapeca! Que sabe do jeito dele me dizer que também me ama.

O segredo é deixar o AMOR te invadir e ter a coragem de enfrentar o que a vida tem pra você.  Afinal, você pode escolher entre se lamentar e se afundar na sua tristeza (e egoísmo) ou LUTAR COM TODAS AS SUAS FORÇAS e acreditar na felicidade.

É preciso dar valor a cada conquista. Ser as pernas, a voz, os ouvidos. Ser as mãos que alcançam, o olhar que fala, ser tudo o que o seu filho precisa. Mas seja tudo isso de coração aberto, sem preconceitos ou medo do que os outros vão pensar.

Se é difícil? É realmente muito duro! As pessoas vão olhar pra você e pensar ou dizer: “coitadinho”. E elas não vão só dizer, elas vão julgar e evitar aproximação. Até os "amigos" e familiares vão ter medo de pegar seu filho no colo e alguns até vão deixar de te visitar.

Como falei antes, é duro!

Mas saiba: também tem muita gente boa nesse mundão! Tem gente que vai te dar o apoio que você nem imaginava que teria, que vai te dar a mão e um sorriso quando precisar, que vai querer dar muito carinho para o teu filho. Você vai encontrar quem não está nem aí para o preconceito, que vai olhar o seu filho como a criança linda que ele é e nada mais. Essas são pessoas que sabem que mesmo com limitações ele só precisa de atenção, carinho e alegria.

É o AMOR que move as pessoas, eu acredito nisso!

E acredite: a parte boa é tão boa, é tão MARAVILHOSA que tudo isso vale a pena.

Acredite!

 

 

 

Mundo Adaptado
Mães campeãs
Mães campeãs Seguir

Sou mãe de um lindo menino, o Luiz Felipe "Lipe", ele tem Paralisia Cerebral e junto do papai Rafael vivemos muitas aventuras. Escrevo sobrenosso cotidiano, nossas vivências, angústias e desafios da maternidade.

Ler matéria completa
Indicados para você