Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Sobre Políticas Inclusivas

Sobre Políticas Inclusivas
DANIELE CRISTINA DE SA
out. 10 - 3 min de leitura
000

Faz tempo que queria escrever sobre uma frase que li num treinamento que fiz sobre Inclusão e Carreira e que cabe em todos os lugares quando falamos de inclusão: “Diversidade é convidar para a festa. Inclusão é tirar para dançar”. (Verna Myers, Executiva da Netflix).

Não sei se para você, mas para mim esta frase faz muito sentido quando penso no verdadeiro significado de inclusão no meu dia a dia, na nossa sociedade, nos nossos direitos e deveres. E falando em termos de política, você sabe quais são os pilares centrais das Políticas Inclusivas? Vamos entender um pouquinho mais estes pilares?

1º Pilar: Tudo que é inclusivo é para todos, tudo que não é inclusivo é para alguns.

2º Pilar: O valor humano é o principal e maior objetivo a ser alcançado para o enfrentamento ao preconceito.

3º Pilar: O enfrentamento aos preconceitos é uma das relações mais focadas nas políticas inclusivas.

4º Pilar: Políticas inclusivas são políticas sociais, são políticas públicas, na forma de instrumentos e documentos jurídicos para garantir os direitos básicos e constitucionais, nos quais desenvolvem-se estratégias, ações, projetos e atividades pensadas para todos os tipos de pessoas.

5º Pilar: As políticas inclusivas devem legitimar todas as pessoas e efetivar o direito de participação ativa na sociedade e em todos os seus processos, sua estrutura, sua organização e suas relações.

6º Pilar: As políticas inclusivas estabeleceram a equiparação de direitos e de oportunidades, a ética da diversidade acima da ética da igualdade, as práticas inclusivas e a construção de culturas inclusivas.

7º Pilar: A acessibilidade inclusiva é fundamental para assegurar o acesso em condições plenas de participação.

8º Pilar: Todas as pessoas, sem exceção, são agentes de inclusão e exclusão.

9º Pilar: Toda maneira de discriminação, exclusão e preconceito precisa e deve ser tratada tal como é, evitando que, mesmo quando a relativização seja necessária, quem realiza tais práticas e quem as sofre tenha seu papel camuflado.

10º Pilar: Estamos incluídos ou excluídos, o que difere de afirmar que somos incluídos ou excluídos o tempo todo.

11º Pilar: A fragmentação da inclusão em blocos, tais como: inclusão social, inclusão escolar, inclusão digital, torna-se um problema para as políticas públicas inclusivas, por diluir o ideário por uma sociedade inclusiva e educação inclusiva.

Agora que já sabemos um pouco mais sobre as políticas inclusivas, observe na sua comunidade se de fato existe a acessibilidade inclusiva, o que pode ser feito para que todos tenham o legítimo direito de participar de todas as estruturas, processos e ralações da sociedade, com condições plenas de participação. Sejamos sempre agentes de inclusão!

Para aprofundar um pouco mais no assunto, consulte a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência no link:

https://acrobat.adobe.com/link/review?uri=urn:aaid:scds:US:98fa1836-d4a1-36f2-9dff-5cd4181e6183

Até a próxima!


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você