[ editar artigo]

RJ determina que todos os assentos de transportes públicos são preferenciais

RJ determina que todos os assentos de transportes públicos são preferenciais

Se nossa sociedade fosse um pouco mais inclusive, e também educada para a cidadania desde cedo, medidas como essas não seriam necessárias. Mas, essa foi a maneira que a Cidade do Rio Janeiro encontrou para garantir o direito de pessoas com deficiência (PCD) e/ou mobilidade reduzida de ir e vir de forma segura e confortável no transporte público.

A Lei 8.415/19 já está valendo desde junho e o passageiro que não levantar para dar lugar a quem tem preferência poderá ser multado em aproximadamente R$ 50, e as empresas de transporte pagarão por volta de R$ 340 se a norma for descumprida.

Em São Paulo, também já tem um projeto de lei (PL) tramitando na Câmara Municipal de Vereadores para que a iniciativa seja também instaurada na cidade. 

Após a lei ser sancionada no Rio de Janeiro pelo governador Wilson Witzel, inúmeros debates foram abertos na rede social. Teve gente que concordou, mas também houve pessoas que não aceitaram a nova lei. E você, o que acha desse modelo? Seria um exemplo a ser seguido em todas as capitais do país?

Mundo Adaptado ®
Mundo Adaptado
Mundo Adaptado Seguir

Comunidade colaborativa de conteúdo, cursos online e produtos com o propósito de proporcionar qualidade de vida, acolhimento e apoio mútuo através da conexão entre pais de bebes prematuros, pessoas com deficiência, familiares e especialistas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você