Palivizumabe:
[ editar artigo]

Palivizumabe: "vacina" previne a bronquiolite

Quem cuida de pessoas com deficiência, seja familiar ou cuidador profissional, sabe que os gastos com medicamentos e materiais descartáveis/hospitalares correspondem a uma boa parte do orçamento da casa. E são itens que faça chuva ou sol precisam estar disponíveis diariamente para manter a saúde e bem estar dos nossos queridos!

No caso do Pedro, o medicamento mais caro que ele precisou foi a vacina Palivizumabe. Trata-se de uma "vacina" que protege do vírus sincial respiratório (VSR) que causa a bronquiolite, uma doença respiratória grave que afeta o pulmão e pode até levar a morte nos casos mais complicados.

Na verdade, em termos técnicos, a Palivizumabe não é uma vacina. Ela é uma injeção que contém anticorpos contra o VSR e deve ser aplicada mensalmente nos meses do inverno. Cada aplicação custa em torno de R$ 5 mil, mas o medicamento é oferecido pelo SUS. Essa "vacina" é disponibilizada gratuitamente para bebês que nasceram com menos de 28 e até 32 semanas de gestação e crianças com doenças cardíacas.

Aqui no Estado de São Paulo, para ter acesso a Pailivizumabe é preciso que o pediatra preencha um formulário (disponível aqui) e faça a prescrição de medicamento em duas vias porque uma ficará com o SUS. Em seguida, os pais ou responsáveis devem reunir certidão de nascimento ou declaração de nascido vivo (DNV); comprovante de residência com CEP, com data inferior a 90 dias; Cartão Nacional de Saúde (CNS), cópia de relatório de alta hospitalar fornecido pelo hospital e levar todos esses itens até um posto para solicitar a aplicação.

Veja informações completas sobre a solicitação desta vacina no Estado de SP aqui e no Estado do Paraná aqui.

ATENÇÃO: cada cidade tem um local específico para dar entrada nesse pedido. Vamos ajudar outras pessoas? Se você conhece algum serviço ou local na sua cidade onde as pessoas possam buscar informação sobre como conseguir medicamentos de alto custo, deixe um comentário abaixo. Sua atitude pode ajudar alguém! Obrigada.

 

Mundo Adaptado
Beatriz Yuki
Beatriz Yuki Seguir

Jornalista, mãe do Pedro - um menino adorável que nasceu prematuro com 25 semanas de gestação.

Continue lendo
Indicados para você