[ editar artigo]

O poder do pensamento positivo

O poder do pensamento positivo

Olá a todos! A convite da Carla Delponte queria compartilhar um pouco da minha experiência aqui com vocês e tentar passar uma mensagem positiva de que há sempre uma luz no fundo do túnel.

Moro há mais de 15 anos em Dublin, na Irlanda,  sou casada com um Irlandês que conheci em 2005 no Brasil. Temos 3 filhos, uma família linda! Em 2017 descobri que estava grávida de gêmeos. Fiquei um pouco assustada, pois sou bem pequena e nem imaginava como caberia dois bebês dentro da minha barriga. Mas a natureza é incrível!

Durante a minha gravidez toda tive MUITAS complicações e tive que ficar de licença e de cama os quase 9 meses. Foi bem difícil. Em abril de 2018 dei a luz a dois bebês lindos e saudáveis, Joseph & Alana! Exatamente 3 dias depois vi a minha vida por um fio e virar de ponta cabeça. 3 dias depois do nascimento dos gêmeos sofri uma insuficiência cardíaca fatal e fui diagnosticada com uma doença extremamente rara, chamada Cardiomiopatia Pós-parto. Foi a gravidez que causou a minha insuficiência cardíaca. Como sou bem pequena, o meu coração teve que trabalhar demais para conseguir carregar 2 bebês durante 9 meses. O lado esquerdo do meu coração ficou completamente deteriorado. Fui imediatamente transferida para a UTI do hospital do coração e colocada numa lista de emergência de transplante de coração, pois o meu coração não estava respondendo ao tratamento.

Os médicos pediram para a minha família do Brasil vir para a Irlanda, todos achavam que eu ia morrer. Eu estava muito feliz durante a gravidez, eu tinha uma família linda, um bom emprego, um marido e uma filha maravilhosa. E de repente, do dia pra noite, a minha vida se desmoronou. Quando percebi que ia morrer, solicitei para os médicos para ver os meus filhos, a minha menina e os gêmeos que eu tinha acabado de dar a luz. Os médicos negaram meu pedido,  eu estava muito doente e não podia sair do hospital.

Os gêmeos estavam na incubadora da maternidade. Depois de insistir muito, eles aceitaram e organizaram uma ambulância com equipamentos móveis do coração, cadeira de rodas ( eu não conseguia andar) e me deram somente uma hora para ver os gêmeos e a minha menina. Ao vê-los, me emocionei muito e voltei para o hospital com uma força enorme para lutar e não desistir da vida. Eu repetia 100 vezes ao dia para mim mesma: "Não vou morrer, tenho uma missão que é cuidar dos meus filhos e da minha família".

Depois de 2 dias de ver os meus filhos os médicos vieram com a notícia que a fração de ejeção (o bombeamento de sangue) do meu coração estava subindo e eu estava finalmente respondendo ao tratamento. Foi o amor pelos meus filhos e minha família que salvou a minha vida. Após 4 semanas na UTI, o meu coração começou aos poucos voltar ao normal e fui mandada para a casa.

Levei 1 ano para me recuperar e começar a ter uma vida normal. Hoje estou completamente curada, estou no grupo mundial de sobreviventes de Cardiomiopatia Pós-parto (a taxa de mortalidade é bem alta) e muito feliz! Tomo vários medicamentos por dia para prevenir uma recaída, mas aprendi a conviver com isso.

A mensagem que quero passar é para não deixar para amanhã os seus sonhos. A vida é muito curta e pode-se ir em questão de minutos. Por mais difícil que seja pelo que estão passando, tente sempre ser positivos e acreditarem em vocês, no poder da sua mente e da sua força.

Ainda estou no meu trabalho, trabalho no Facebook há mais de 8 anos, mas voltei meio período. E depois de tudo que passei, refleti muito e finalmente tomei coragem para fazer algo que sempre quis: criar uma página no Instagram sobre fashion/moda, inspiração de looks, que é a minha grande paixão.

Não deixe para amanhã o que você tem guardado dentro do seu coração. Somos muito mais fortes do que podemos imaginar.

Obrigada por me escutarem!

Se vocês gostam de moda, deem uma olhadinha no meu novo perfil do Instagram: @camilafitzgerald1

A foto que acompanha este relato é da minha família no dia de St. Patricks Day, com a minha mãe junto que me ajudou durante meses quando eu estava muito doente! Desculpem pelo post super longo.🙂

Ler conteúdo completo
Indicados para você