Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

O Intrigante Savantismo

O Intrigante Savantismo
Maria Patricia
ago. 1 - 4 min de leitura
000

Pouco se fala sobre a Síndrome de Savant e realmente é muito difícil encontrar material sobre o tema que não caia no estereótipo propagado por filmes e séries como se os savants fossem da mesma forma,  ou seja, com grandes deficits cognitivos e habilidades surreais. Claro que estes existem e justamente por serem um paradoxo são os que mais chamam atenção da mídia.  Mas a coisa é bem mais profunda e diversificada.

Alguns estudos atuais mostram que muitos savants não possuem diferença na inteligência padrão. Principalmente os que estão no espectro autista. Uma pequena parcela de pessoas no espectro autista desenvolvem uma espécie de "genialidade". Coloco genialidade entre aspas pois esta é decorrente de alguma disfunção em determinadas áreas cerebrais, principalmente no hemisfério esquerdo. 

É importante ressaltar que o autismo e o savantismo não necessariamente aparecem juntos. Pode- se ser autista sem ser savant e vice-versa.  O que se sabe é que o savant, por alguma configuração diferente,  acessam de forma natural informações ( alguns cientistas dizem que acessam informações genéticas de gerações) que estão adormecidas em alguma área do cérebro.

Essas habilidades surgem espontaneamente e não estão ligadas à prática ou estudo. 

Os savants são unânimes em dizer que eles não têm a menor ideia de como possuem tais habilidades.  

Isso coloca em questão várias teorias sobre a inteligência pois tal performance não dá para ser mensurada da forma tradicional. Por exemplo, não sabemos medir intuição,  criatividade, etc. A grosso modo a inteligência é dividida em três partes fundamentais: analítica, prática e criativa. Até o presente do conseguimos mensurar a analítica e dessa forma  baseamos nossos julgamentos nessa régua. 

Tanto os autistas quanto os savants possuem uma "disfunção " do lado esquerdo do cérebro e leva a uma compensação pelo lado direito que é responsável pela literalidade e habilidades não simbólicas.  O hemisfério esquerdo é mais lógico e responsável pela linguagem, pensamento analítico, etc. Em contraste, o direito é mais visual,  emocional, intuitivo, criativo, imaginativo e artístico. As habilidades mais encontradas nos savants estão ligadas ao lado direito ligado a uma memória de longo prazo prodigiosa.

Alguns pesquisadores concluíram que as habilidades savant estão latentes em todos nós.  Através de pesquisa onde um dano cerebral é simulado através de aplicação ondas magnéticas de baixa frequência transcranial, os voluntários liberaram habilidades extraordinárias as perdendo assim que o dano foi cessado.  Isso explica também porque indivíduos podem tornar-se savant após algum acidente envolvendo o lado esquerdo do cérebro.  

Até hoje nenhuma teoria deu conta de explicar totalmente o savantismo.  A mais plausível está relacionada a questão da lesão no hemisfério esquerdo mas está ainda não explica todos os casos. Afinal somos singulares.  A linha mais promissora é a que liga o autismo a possibilidade de ser savant, mas nada certo ainda. 

Existem vários tipos de savant. Alguns possuem uma habilidade especial muito extraordinária e um grande deficit cognitivo. Outros possuem várias habilidades não tão extraordinárias mas com menos deficits.  Estes últimos geralmente estão no espectro autista.

Ser savant é ser o atípico do atípico e o papel da família é importante ao incentivar as habilidades.  Colocar em contato com os instrumentos necessários ao desenvolvimento do sujeito.  E principalmente questionar: o que é deficit? O que é inteligência?

Ser savant é um lindo mistério.

Bibliografia 

The Savant Syndrome.  Intelectual Impairment, Astonishig Condition. Osvaldo Cairó Battistutti. 

Island of Genious. Darold Treffert

Transtorno do Espectro Autista e Síndrome de Savant: um paradoxo real entre deficit cognitivo e genialidade.  Bárbara Queiroz de Figueiredo. 


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você