[editar artigo]

"Ninho" de toalha: improviso pode ser solução para bebês prematuros

Olá, pessoal!

Hoje escrevo para dar uma dica para as mães de bebês prematuros.

Quando o Pedro recebeu alta do hospital, depois de três meses de UTI Neonatal, ficou ainda mais claro que nada (ou quase nada) nesse mundão é feito para bebês tão pequeninos. Se você não teve contato com algum prematuro pode estar pensando que eu estou exagerando. Mas, não estou! 

É bastante complicado achar itens para nossos bebês tão pequenos. Roupas RN: ficam grandes! Meias RN: enormes! O bebê conforto é praticamente um transatlântico. rs

Lembro-me do dia que saí da maternidade com o Pedro e entrei no carro para colocar ele no bebê conforto. O bichinho, já com uns 40 cm (nasceu com 29,5 cm) ficava minúsculo. A cabecinha chegava a ficar afundada e o queixo pressionando o peito porque tinha espaço entre as costas dele e cadeirinha. Solução: fui o trajeto todo com a mão atrás das costinhas dele para dar suporte ao corpo.

Cheguei em casa e coloquei meu bebê no berço e levei mais um choque: o bercinho era na verdade uma imensidão para ele. Digamos que ele ocupava 10% daquele espaço.

Não sei se sabem, mas o bebês prematuros ficam no que carinhosamente chamamos de "ninhos" nas incubadoras. As cuidadoras criam uma espécie de "ninho" dentro da incubadora com a finalidade de criar no bebê a sensação de segurança e proteção. Temos que lembrar que eles foram tirados precocemente da vida intra-uterina e têm pouca noção de espaço. Comumente ficam agitados por conta do estresse da UTI (luz, barulho e manipulação) e têm movimentos espásticos, ficando longos dias (semanas e meses) sem contato com o calor da mãe.

Dou essa dica para mães de prematuros, mas ela pode ser usada com qualquer bebê. Podemos usar toalhas (aquelas de tamanho gigante) ou um lençol da casal. Já vi usarem almofadas de amamentação (aquelas em formato de U), mas acho que elas são muito grandes e nem sempre permitem ser moldadas para ficar na posição que queremos bem próximo ao bebê.

É bem simples de fazer. Basta torcer/fazer um rolinho com a toalha ou lençol de modo a formar um U. Posicione o item sobre o colchão mais ou menos no lugar onde você quer que seu bebê fique. Cubra com a roupa de cama e aperte/estique bem para que o "ninho" não sai do lugar quando seu bebê se mexer. E pronto.

Me contem: vocês utilizam com o bebê de vocês? Usam algum outro material?

 

Mundo Adaptado
Beatriz G. Yuki
Beatriz G. Yuki Seguir

Jornalista - Particular

Continue lendo
Indicados para você
Error
Internal Server Error