[ editar artigo]

Inclusão ou vivência?

Inclusão ou vivência?

A foto acima é do aniversário de minha avó (21/04/2019), no qual minha amiga Larissa Gebien compareceu para apresentar uma mensagem Bíblica.

Larissa é uma moça deficiente visual e possui muitos planos para o futuro.


Uma coisa que me chamou muito a atenção foi que a sociedade e demais grupos sociais precisam fazer mais do que, apenas, incluir. 

Precisam incluir para uma vida conjunta, uma convivência.

Eu, como ex-estudante de serviço social, entendo a importância de entender o ser humano para além dos rótulos ou identidades cristalizadas.

 

Uma vivência partilhada se faz na "mistura": 

*Mistura-se pessoas de diferentes idades, sexos, gêneros, deficiências, valores, desafios e características para que a nossa rede de relações seja sinônimo de aceitação e otimismo.

Não é o famoso "politicamente correto".

Viver em sociedade pressupõe muito do improviso.

Sim!

Improvisemos nas relações sociais, aceitando opiniões contrárias e pessoas contrárias, estabelecendo acordos tácitos, construindo consensos dinâmicos até que todos estejam, dentro de um possível humano, contentes.

Relações sociais são recursos. Então, usar esses recursos sociais significa equilibrar interesses, desejos e experiências.

 

 

 

 

 

 

 

Mundo Adaptado
Felipe Gruetzmacher
Felipe Gruetzmacher Seguir

Tenho perfil idealizador. Sou visionário e estrategista com aptidões para lidar com as incertezas do mercado através de inteligência, conhecimento tácito e acadêmico.

Ler matéria completa
Indicados para você