[ editar artigo]

Enem adapta provas para pessoas com deficiência visual

Enem adapta provas para pessoas com deficiência visual

Ontem foi o primeiro dia de provas para quem prestou o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) e está vinculo ao Ministério da Educação. A novidade deste ano para alunos com deficiência visual? Três tipos de provas à disposição para quem precisa!

Este ano três tipos de provas adaptadas para o Enem foram oferecidas para os deficientes visuais: braille (para pessoas cegas), prova ampliada (para pessoas com baixa visão) e prova ledor (para qualquer pessoa com deficiência visual). Outra adaptação oferecida para quem tem deficiência é o tempo extra para realização da prova. Para ter acesso a avaliação adaptada era preciso fazer o pedido no ato da inscrição.

E qual é a diferença entre as provas braille, ampliada e ledor?

BRAILLE

É baseada na prova Ledor e é dividida em cadernos que correspondem às áreas do conhecimento (Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias). Tenta manter a fidelidade do texto original, mas há adaptação de tabelas, quadros e gráficos. Caso não seja possível fazer essas adaptações, são inseridas descrições dessas imagens. Nesse tipo de caso, o aluno fica em uma sala individual e conta com o auxílio de um ledor das questões e um transcritor de respostas.

Prova ampliada

A prova Ampliada é dividida como a prova regular em cadernos que têm duas áreas do conhecimento para cada dia de aplicação. As questões são impressas com fontes nos tamanhos 18 (Ampliada) e 24 (Superampliada), com fonte APhont ou Arial (de contornos regulares que facilita a leitura pela pessoa com baixa visão) , imagens com traçados e contornos fortes e definidos, além de alto contraste. A impressão (em preto e branco) é feita, preferencialmente, em papel branco, fosco e opaco, para evitar sombreamento do verso.

Prova Ledor

A prova Ledor também é dividida como a prova regular em um caderno que tem duas áreas do conhecimento para cada dia de aplicação). Os itens que são estritamente visuais na prova regular são substituídos ou são feitas adaptações dos itens possíveis para a leitura de um acompanhante Ledor, que faz a leitura oral da prova para o candidato.

Antes de iniciar qualquer descrição o Ledor usa a expressão "Descrição de (do/a)" e complementa com o gênero textual do recurso a ser descrito, pelo título (se houver) e por todas as informações relevantes (de forma objetiva, clara, organizada, imparcial e com linguagem apropriada ao tema abordado). Abreviações e fórmulas também são lidos por extenso. Por ser uma prova lida em sua totalidade, ela é realizada em salas individuais e a pessoa com deficiência conta com uma dupla de ledores que também transcrever as respostas.

Para tentar minimizar possíveis fraudes, as provas de pessoas com deficiência são gravadas para possível conferência de veracidade e correta aplicação das questões. Em geral, a maioria das pessoas com deficiência visual tem direito a uma hora adicional para finalizar a prova.

E, aí? O que acharam?

 

Mundo Adaptado
Mundo Adaptado
Mundo Adaptado Seguir

Plataforma de Produtos e Conteúdo colaborativo para auxiliar no dia a dia de familiares de pessoas com deficiências, proporcionando qualidade de vida e Acolhimento.

Ler matéria completa
Indicados para você