[ editar artigo]

E na escola? Para quem devemos contar que a criança tem epilepsia? Post 6

E na escola? Para quem devemos contar que a criança tem epilepsia? Post 6

E na escola? Para quem devemos contar que a criança tem epilepsia?

A maioria das crianças com epilepsia controlada pode ter vida social absolutamente normal, inclusive no ambiente escolar.

De modo geral, orientamos que a família informe aos professores sobre a questão para evitar “surpresas” caso a criança apresente 
uma crise epiléptica enquanto se encontra no ambiente escolar.

Crianças com crises controladas podem realizar educação física regularmente, sem nenhuma restrição. Os jogos esportivos habitualmente desenvolvidos nas escolas durante as aulas de educação física não colocam a criança em risco e nem aumentam a chance de ocorrer uma nova convulsão.

No caso de aulas de natação, não há restrição específica para os pacientes com crises controladas, desde que as aulas se desenvolvam sob supervisão de adulto capaz de prestar socorro em caso de crise convulsiva e afogamento.

_____________________________________________

A criança com epilepsia pode realizar exercícios físicos normalmente ?
_____________________________________________

Para crianças com crises controladas, os jogos esportivos habituais como futebol, vôlei, basquete, tênis, ginástica de solo, corrida, podem ser realizados sem restrição.

Como já dissemos anteriormente, a natação em ambiente fechado (piscinas) pode ser realizada desde que sob supervisão de alguém capaz de prestar socorro em caso de crise ou afogamento.

Não são indicados esportes náuticos em espaço aberto. Por exemplo, evidentemente, o bom senso dos pais indicará que uma 
criança com epilepsia (mesmo com crises controladas) não deve realizar natação em mar aberto, rios ou lagos, nem mesmo sob supervisão, uma vez que nestes ambientes o resgate sempre será mais complexo, mesmo por um adulto capacitado.

São contra indicados esportes em altura como ginástica em barra, alpinismo, escalada, vôo com asa delta e pára-quedismo.

Nas criancas com crises não satisfatoriamente controladas, costumamos contra-indicar o uso de bicicleta em ruas movimentadas e sem supervisão.

Durante a consulta, quando os pais perguntam sobre o que a criança pode e o que não pode fazer, costumo dizer:

- Pergunte a você mesmo. Tudo que seu bom senso lhe disser que é perigoso deve ser evitado.

Contudo, mesmo contando com o bom senso dos pais, devemos reforçar as explicações sobre os riscos envolvidos em cada modalidade esportiva, quais esportes podem ser praticados sem restrição e quais são temporariamente proibidos.

Ler matéria completa
Indicados para você