[ editar artigo]

Dicas de como limpar a órtese Dennis Brown

Dicas de como limpar a órtese Dennis Brown

 

O tratamento de Pé Torto Congênito (PTC) inclui o uso de órtese por 23h na primeira etapa do Método Ponseti, e a retirada apenas na hora do banho. Depois, conforme orientação médica, deve ser usada por 14h ou menos, na segunda fase do tratamento. Na fase das 23h, se o paciente ainda for bebê, vai bater constantemente com o dispositivo nas grades do berço durante o sono. É normal! O berço pode ficar destruído, mas a órtese se manterá intacta, pois o material é resistente.

Quando a criança passar a usar o dispositivo por 14h, estará, possivelmente, começando a se movimentar mais, a engatinhar e explorar ambientes da casa. Chega o momento de começar a limpar a órtese. É isso mesmo! A órtese do (a) seu (sua) filho (a) precisa ser higienizada com frequência.

Imagina a criança engatinhando pela casa durante algum tempo, usando o  dispositivo, e depois dormir no berço limpo e cheiroso? Não é uma combinação muito legal, certo? Ainda mais em tempos de tantas medidas preventivas contra a Covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Para limpar a órtese é fácil e simples: utilize um pano limpo e álcool 70%. Deixe o dispositivo em local arejado, se possível, próximo à luz solar por alguns minutos após a higienização. Isso eliminará o odor do produto de limpeza e o suor da criança, que pode transpirar bastante em função do uso das meias. 

Todo esse cuidado na limpeza da órtese pode ser feito sem molhar ou danificar a palmilha. Outra dica é retirar os cadarços e lavá-los sempre que achar necessário. Retire a proteção da barra, caso você use alguma, e limpe cada parafuso e dobra da barra.

No caso da órtese do meu filho, não retiro a palmilha porque ela é fixada à bota. Mais um motivo por que evito molhar na hora da higienização.

A frequência dessa limpeza deve ser feita sempre que achar necessário. Se a criança usa somente para dormir, como  no caso do meu filho, faço a higienização a cada três dias, mantendo o dispositivo em local arejado diariamente.  


Uso de meias

Desde a primeira órtese do meu filho, aos dois meses de vida, ele usa o dispositivo com meias. A princípio, usava modelos sem costura e um pouco mais grossas que as comuns. Depois, adotei modelos comuns por perceber que, apesar de os modelos mais grossos protegerem mais a pele da criança, meu filho transpirava bastante. No verão, eu cortava as pontas para deixar os dedinhos de fora e ele não ficar tão incomodado. Atualmente, ele usa modelos comuns, lisas e sem costura nas laterais ou desenhos. As trocas das meias são diárias.  

Manutenção

O tempo de uso também pode desgastar as fivelas e alargar os furinhos a ponto de um furo ocupar o espaço do outro. Na hora de colocar o dispositivo na criança, isso pode comprometer o posicionamento. Verifique se a fivela está bem afixada durante a colocação. Caso esteja desgastada, procure um local que realize a troca dessa fivela.

A fivela afrouxada pode prejudicar o posicionamento do pé e, consequentemente, comprometer o tratamento pelo uso incorreto do dispositivo.


Você tem mais uma dica de como realizar a limpeza da órtese? Comente e compartilhe aqui.

Martim está em tratamento pelo Método Ponseti e usa a órtese para dormir. 

 

Mundo Adaptado ®
Franciela Fernandes
Franciela Fernandes Seguir

Sou Jornalista, casada, mãe do Martim - um menino cheio de vontades, sorridente e dócil. Adoro conhecer e me emocionar com histórias de vida. Sei que temos muito a adaptar neste mundo nem sempre adaptável, mas podemos e devemos fazer a nossa parte.

Ler conteúdo completo
Indicados para você